EQUIPE

Ana Lanna, é professora do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU).

 

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais, Ana Lúcia possui mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e doutorado em História Social pela USP. Desenvolve pesquisas em temas como história das cidades, patrimônio cultural, arquitetura, história urbana e história social.

 

Além da pesquisa, a nova pró-reitora exerceu diversos cargos de gestão. Na USP, foi diretora do Centro de Preservação Cultural (CPC), do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) e da Faculdade de Arquitetura de Urbanismo. Também foi presidente do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condepahaat).

Miriam Debieux Rosa, é professora do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia (IP).

Graduada em Psicologia na Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), onde também fez o mestrado e o doutorado, Miriam tem como principais temas de pesquisa a dimensão sócio-política do sofrimento, a clínica do traumático, as expressões da violência, violação de direitos, as modalidades de resistência e enfrentamento dos sujeitos nas situações de vulnerabilidade, a construção/transformação do laço social na contemporaneidade, a imigração e migração, responsabilidade e responsabilização.

Vida no Campus

Possui Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Mestrado e Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pelo Instituto de Psicologia (IP) da USP. Realizou pós-doutorado em Filosofia pela PUC e no Centro de Pesquisa Interdisciplinar Infâncias-Sociedades (IZKG), na Bergishe Universität Wuppertal, na Alemanha.

Ingressou como docente no IP em 2005, onde é professora associada, credenciada junto ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e ao Mestrado Profissional Terapia Ocupacional e Processos de Inclusão Social da Faculdade de Medicina (FM). Entre 1992 e 2005, foi psicóloga na Divisão de Creches da então Coordenadoria de Assistência Social (Coseas) da USP.

Desde 2017, lidera o Grupo de Pesquisa e Estudos da Infância (plataforma CNPq) e coordena o Centro Interdisciplinar de Estudos e Defesa da Infância (CEDIn).

Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Escolar. Os temas relacionados à inclusão escolar e seus desdobramentos em questões sobre as diferenças, desigualdades, preconceitos, estereótipos e políticas públicas têm sido objeto de suas pesquisas.

Mulheres, Relações Étnico-Raciais e Diversidades

IMG_2709

É graduada (1998), doutora (2004) e livre-docente (2011) pela Faculdade de Direito da USP, onde atualmente é Professora Titular de Direito Penal e Vice-Diretora eleita (mandato de 2022 a 2026).

Participa como investigadora dos seguintes grupos internacionais de pesquisa:

(I) Aporofobia y Derecho Penal, financiado pelo Ministerio de Ciencia, Innovación y Universidades (Espanha); (II) Crime e Castigo: História do Direito Penal e das Ciências Criminais, junto à Universidade de Lisboa; (III) International Academic Network for the Abolition of Capital Punishment (Espanha); e (IV) Red de Investigación Respuestas a la corrupción asociada al crimen organizado transnacional, financiado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia da Colômbia.

Foi pesquisadora convidada junto ao Max Planck Institut für ausländisches und internationales Strafrecht (2009); à Rheinische Friedrich Wilheims Universität Bonn (2009) e à Universidad de Salamanca (2010).

É professora visitante da Universidad de Salamanca desde 2011, sendo docente do Programa de Doutorado “Estado de Derecho y Gobernanza Global” e do “Máster en Estudios Brasileños”.

É membro do conselho editorial de inúmeros periódicos especializados, bem como de associações técnico-científicas nacionais e estrangeiras. Junto ao Governo do Estado de São Paulo, foi membro do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária; do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas; e do Comitê de Ética em Pesquisa da Secretaria de Administração Penitenciária.

Tem como principais linhas de atuação teoria do bem jurídico; hermenêutica penal; combate à corrupção; e questões de gênero e Direito.

Saúde Mental e Bem-Estar Social

Médico sanitarista formado pela Faculdade de Medicina da UFRJ (1985), com Residência em Medicina Preventiva e Social junto ao Departamento de Medicina Preventiva da FMUSP (1987). Tem mestrado (1993) e doutorado (2003) em Saúde Coletiva realizados no mesmo Departamento e especialização em “Gestão de Processos de Comunicação e Cultura” pela Escola de Comunicação e Artes da USP (1995).
 
É servidor da USP há 33 anos. Os 22 primeiros, como servidor-técnico, atuando como médico sanitarista junto ao Centro de Saúde Escola Samuel Barnsley Pessoa (Butantã), desenvolvendo atividades de assistência, ensino e pesquisa vinculadas ao Departamento de Medicina Preventiva da FMUSP. Os últimos 11 anos, como docente desse Departamento.
 
Durante estes anos todos, foram se constituindo como principais campos de atuação e linhas de pesquisa: as práticas de atenção primária à saúde, a comunicação em saúde, o acolhimento em saúde, as redes de produção de saúde na perspectiva da inteligência coletiva e, mais recentemente, os estudos de biopolítica e saúde.
 
Além da trajetória na universidade, possui um longo percurso de colaborações junto a diferentes instituições públicas de saúde, desde os primórdios do SUS, destacando-se a atuação como consultor da Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde (2007-2014), criando e coordenando a Rede HumanizaSUS. Mais recentemente, coordenou o projeto “Redes de Produção de Saúde na perspectiva da Inteligência Coletiva” desenvolvido junto aos gestores e trabalhadores da Saúde Mental do município de São Paulo, como parte do programa de educação permanente REDE SAMPA (Saúde Mental Paulistana) coordenado pela Escola Municipal de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (2016-2017).
 

Direitos Humanos e Políticas de Reparação, Memória e Justiça

Renato Cymbalista é professor associado da FAU-USP. Coordena o grupo de epquisa “Lugares de Memória e Consciência” (USP/CNPq). Foi presidente do Instituto Pólis (2012-2021). Integra o Conselho Culsuntivo da Casa do Povo, o Conselho de Orientação Artística da Pinacoteca do Estado, o Conselho do Goethe Institute São Paulo. É um dos diretores da Associação pela Propriedade Comunitária. Integra o grupo de referência do Fundo Agroecológico.

Autor e organizador, entre outros, de “O Guia dos Lugares Difíceis de São Paulo”; “Situando Jane Jacobs”; “What does an ethical landlord look like?”; “Acesso à terra para a agricultura Justa”. Foi curador do pavilhão FICA da Bienal de Arquitetura de Chicago (2019). 

Formação e Vida Profissional

Cibele Russo, mãe de dois filhos, é Professora Doutora do Instituto de Ciências
Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo no campus de São Carlos desde 2011. É Professora e pesquisadora em Estatística e Ciência de Dados, tem experiência em modelos estatísticos e aplicações, atuando principalmente nos seguintes temas: modelos de regressão, modelos não lineares, modelos elípticos, modelos com efeitos mistos, diagnóstico de influência, validação de modelos, modelos com erros nas variáveis, modelos com variáveis latentes, teoria de resposta ao item. Foi coordenadora do Bacharelado em Estatística e Ciência de Dados do ICMC USP entre 2018 e 2022, já orientou diversos alunos de doutorado, mestrado, iniciação científica, projetos de graduação e especialização.

Gabinete

IMG-20220809-WA0009

Lilian Garcia é servidora pública da USP desde 1992, trabalhou como técnica-administrativa na Divisão de Promoção Social da USP. Atua como Secretária de Gabinete desde 2015. Desde 2022, está no Gabinete da Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento. Possui formação em curso técnico de Secretariado, que concluiu em 2016.

Érick Monteiro Previato Guimarães é bacharel em química ambiental pelo Instituto de Química da USP (2015). Apresentou trabalho de iniciação científica intitulado “Estudo da degradação de ácido cianúrico (CYA) pelos processos de ozonização e Foto-Fenton” (2015), sob a orientação do Prof. Dr. Renato S. Freire. Cursou mestrado em química analítica e ambiental numa parceria entre SABESP, CETESB e USP, entre 2017 e 2018 que, por motivos de saúde familiar, não pode terminar. Trabalha na USP desde 2013. Começou como auxiliar administrativo na Seção de Transportes da Superintendência de Assistência Social e substituto do Chefe da referida seção, sendo indicado para compor comissões de sindicância e processos administrativos. Em 2022, com a criação da Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento e incorporação da antiga SAS ao expediente da nova Pró-Reitoria, passa a compor o grupo de funcionários do gabinete.

IMG-20220809-WA0035

Motorista profissional primeira habilitação obtida 1997, categoria E, e curso de transporte coletivo passageiros. Entrou na USP em 2011, passou a ser motorista de gabinete em 2016. Desde 2022 está como motorista gabinete PRIP.

Assessoria e comunicação

Professora do curso de Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP), desde 2018. Atualmente é também Assessora da recém-criada Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento da USP. Realizou toda sua trajetória acadêmica (graduação, mestrado e doutorado) na Faculdade de Direito da USP. História do constitucionalismo é tema transversal em suas pesquisas. Antes de ser professora na USP, foi docente dos cursos de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero (2012-2017), Direito e Psicologia na Universidade Presbiteriana Mackenzie (2015-2017). Trabalhou com advocacia de interesse público na Ação Educativa (2008-2014), realizando ações em defesa do direito à educação pública, educação infantil, fundamental e educação de jovens e adultos, sobretudo. No âmbito internacional, realizou intintercâmbio acadêmico com bolsa do DAAD na Universidade Alemã Ludwig-Maximilians-Universität-München em 2006 e atualmente desenvolve uma pesquisa sobre o processo constitucional chileno. 

Além de história do constitucionalismo, também se dedica em suas pesquisas a temas como direito à educação; proteção constitucional e judicialização de direitos sociais; direito à comunicação e liberdade de expressão; transparência, controle social e democratização do Poder Judiciário e outras instituições do Sistema de Justiça.

Elton Kleber de Araújo Gonçalves é bacharel em Marketing, Propaganda e Publicidade pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2003), concluiu Atualização em Marketing e Comunicação Digital pela ECA-USP (2021) e atualmente está em curso de Especialização: MBA Gestão de Comunicação e Marketing, ministrado pelo Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo da ECA-USP. Atuou em empresas privadas na área de Marketing e desde 2010 é servidor público na USP. Atuou na equipe de elaboração do site da antiga SAS, e na implantação das redes sociais.
Em 2022, com a criação da Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento e incorporação da antiga SAS ao expediente da nova Pró-Reitoria, passou a fazer parte da equipe de comunicação, atuando na gestão do site e redes sociais.

Estudante de jornalismo na ECA-USP. Além das produções para diversas mídias em jornais laboratório da universidade, também fez parte de trabalhos voluntários, como as produções na Jornalismo Júnior, empresa júnior da ECA, e Lab Dicas Jornalismo. Atuou na equipe de elaboração do site da antiga SAS, elaborando layout e redação, passando a fazer parte da equipe de comunicação da PRIP quando a pró-reitoria foi criada e incorporou a superintendência e diversos outros órgãos.

9b9200eb-6c7e-43c9-b229-944b112070bf
20220814_174259

Estudante do 4º ano do curso de Design na FAUUSP, começou a trabalhar na Pró-Reitoria em Junho de 2022. Além do estágio, também faz parte do GFAUD (Grêmio da FAUUSP) e da Coordenação do Curso de Design como representante discente.

Estudante de Arquitetura e Urbanismo na FAU – USP. Fez curso técnico de Eventos em Escola Técnica Estadual (ETEC), o que possibilitou o contato com áreas de comunicação, recursos humanos e logística. Atuou na realização de eventos de pequeno a grande porte dentro da instituição, contando inclusive com convidados internacionais, além de praticar produção de sites e identidade visual durante o curso.
Atualmente (2022) está cursando o segundo ano do curso de Arquitetura e Urbanismo

fotoLudmilla