CONSELHO

O Conselho de Inclusão e Pertencimento (CoIP) é um dos Conselhos Centrais da USP. A ele compete, respeitadas as normas superiores, traçar diretrizes e buscar a excelência na realização de atividades de inclusão, permanência e pertencimento pautadas pela diversidade e equidade. Além disso, deve estimular continuamente a promoção e o respeito aos direitos humanos a partir das atividades desenvolvidas pela Universidade de São Paulo.

Ao Conselho de Inclusão e Pertencimento compete ainda estabelecer diretrizes, no âmbito da USP, para ações voltadas: a) à igualdade de gêneros e étnico-racial; b) à inclusão de pessoas com deficiência; c) à garantia da saúde mental à comunidade USP; d) à promoção do respeito aos direitos humanos no cotidiano universitário; e) ao oferecimento de atividades esportivas à comunidade USP; f) à concessão de auxílios e bolsas relativas à permanência estudantil; g) à políticas voltadas à moradia estudantil, às creches e aos restaurantes universitários; devendo as Prefeituras dos campi do interior seguir as diretrizes definidas pelo CoIP na gestão desses equipamentos. Também compete opinar sobre a criação, transformação e extinção de órgãos e serviços na área de Inclusão e Pertencimento, além de definir procedimentos, assegurado o contraditório e a ampla defesa, para apuração de eventuais fraudes às políticas de inclusão da Universidade.

São membros do Conselho de Inclusão e Pertencimento o(a) Pró-Reitor(a) de Inclusão e Pertencimento, como seu (sua) Presidente; o(a) Pró-Reitor(a) Adjunto(a) de Inclusão e Pertencimento; o(a) Presidente da Comissão de Inclusão e Pertencimento de cada Unidade; um representante de cada Museu e Instituto Especializado indicado pelo respectivo Conselho Deliberativo entre docentes do Museu e Instituto, com mandato de dois anos, permitida uma recondução;  a representação discente.

Para mais informações, acesse: Resolução nº 8231, de 05 de Maio de 2022